Pará de Minas

BR - 262 Antes da Duplicação

BR - 262 Antes da Duplicação

Santuário de N.S. da Piedade em Pará de Minas

Santuário de N.S. da Piedade em Pará de Minas

Br. 262 - Duplicada Pará de Minas Nova Serrana

Br. 262 - Duplicada Pará de Minas Nova Serrana

"Jesus O Filho Unigènito do Altíssimo"

"Jesus O Filho Unigènito do Altíssimo"

Planta Oficial da Cidade de Pará de Minas 2013/2015

Jesus The Teacher

Entrada Principal de Pará de Minas

Entrada Principal de Pará de Minas
Click na Imagem para Ver todos os Bairros de Pará de Minas

São Geraldo - Pará de Minas

São Geraldo - Pará de Minas
Mapa de Pará de Minas

Àrea Central de Pará de Minas

Àrea Central de Pará de Minas
Click na Imagem para Ver todos os Bairros de Pará de Minas

Santos Dumont - Pará de Minas

Santos Dumont - Pará de Minas

Recanto da Lagoa

Recanto da Lagoa

Pará de Minas Meu Paraíso

AMM * Associação Mineira de Minicípios

AMM * Associação Mineira de Minicípios
Presidente Para o Biênio de 2015 / 2017 * Antônio Júlio de Faria

Coopertêxtil Cooperativa Têxtil de Pará de Minas nos 156 Anos do Município


A Coopertêxtil 
– Cooperativa de Produção Têxtil de Pará de Minas,
é um dos exemplos mais notórios de gerenciamento participativo realizado em uma indústria do setor. A cooperativa, formada por 300 cooperados, iniciou suas atividades em janeiro de 1998 com o arrendamento da fábrica da Cia. Fiação e Tecelagem Pará de Minas, uma das mais antigas do Estado de Minas Gerais, com 40 anos de fundação. 

A empresa entrou em concordata em maio de 1996 devido a graves problemas financeiros e, para evitar o fechamento das portas, os funcionários se uniram e assumiram a fábrica. Hoje, com capacidade mensal de 200 toneladas de fios e 800 mil metros lineares de tecidos, a Coopertêxtil opera por meio de facção e atende cerca de 20 clientes, entre eles a marca Justa Trama, do Rio Grande do Sul, que trabalha com algodão ecológico. Foi com esta parceria que a cooperativa ganhou projeção no mercado, afinal, a “onda verde”, que vem sensibilizando consumidores em vários países, começa a ser vista também como tendência no sistema produtivo. À frente dos cooperados está o administrador Julio José de Morais. Com 60 anos completados no dia 19 de setembro, casado, três filhos e um neto, Morais nasceu em Minas e não foge à regra do caráter reservado dos mineiros: escuta mais do que fala, é moderado, e “trabalhador”, como faz questão de enfatizar: “Quando entro de férias fico desorientado.” Foi ele quem idealizou a cooperativa e incentivou os demais colegas na difícil tarefa de autogestão do negócio. “Naquela época não havia a nova lei (referindo-se à lei nº 11.101 de 9 de fevereiro de 2005), que hoje dificulta o pedido de falência e possibilita a recuperação judicial de uma empresa com graves problemas financeiros”, recorda o presidente da Coopertêxtil, explicando que além de garantir as atividades operacionais, a cooperativa buscou novos nichos de mercado. “No Brasil existem mais de 50 cooperativas de agricultores, entre os quais, produtores e exportadores de algodão, de leite, etc. Mas no ramo industrial têxtil somos pioneiros. Com união e muito trabalho, superamos os desafios e hoje temos reconhecimento no mercado”. Julio Morais ressalta, porém, que a Coopertêxtil é uma prestadora de serviços. “Não fornecemos fios ou tecidos. Executamos serviços para terceiros. Eu não compro e nem vendo matéria-prima. Quem compra é meu cliente, baseado nas especificações que damos conforme o produto que ele deseja desenvolver”. Julio Morais conta como é a experiência de ser “patrão e empregado” ao mesmo tempo. 






















* Localização da Coopertêxtil em Pará de Minas

Nenhum comentário: